quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Igreja nova

Achaste que era uma denominação de igreja. Não a Igreja nova é uma que está surgindo para além das denominações que aí estão. 
Na verdade a igreja nova é a Igreja antiga (é só ler Atos dos Apóstolos)...aquela que o próprio Jesus explicou que eles sendo a Videira, cada ser humano que se liga a ele é vara e o conjunto dessas varas é a Igreja.


Nos momentos difíceis que estou passando, aprendi a crer, confiar em Cristo de uma forma nova, sem olhar para as questões criadas pelo ser humano ao longo da História.


Constantino é aquele crente que toda a igreja da religião deseja. Ele foi um dos que ajudou a construir a "igreja instituição" de hoje. A Reforma não fez nada além de dar uma outra a forma a religião. 


O que está acontecendo nos dias de hoje... é uma revolução.
Revolução que começa na gente, a aprender da Fonte, a deixar nascer em nós um sentimento novo - o Amor - e quando caminhamos um pouco vemos que nós não somos de Deus por que nós o amamos, ou somos bons, ou fizemos coisas boas, mas sim porque Ele nos amou primeiro, com todas as nossas fraquezas.


Aprendemos a crer...
A Confiar que Deus, no Filho, nos reconciliou com ele... e já temos acesso...tiramos de nós o peso do pecado e colocamos o peso da Graça, que é um fardo maravilhoso de carregar.


Neste momento a Revolução acontece em mim, mas o meu desejo é que ela se espalhe em todos os lugares onde houver um ser humano desejoso de andar com Deus sem as amarras da religião.


Que 2012 seja o ano de deixar nascer a Consciência de quem é Jesus e o Evangelho.


Graça e Paz!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário